Avaliação Neuropsicológica

O que é a Avaliação Neuropsicológica?

Trata-se de um processo de avaliação psicológica que investiga detalhadamente as funções cognitivas e comportamentais de pessoas com algum problema de adaptação ou de desempenho no dia a dia. Permite identificar um perfil específico de habilidades e dificuldades que pode estar relacionado a algum diagnóstico médico ou a prejuízos funcionais que exigem um tratamento. Inclui aplicação de diversos testes, escalas, entrevistas, atividades estruturadas e observações para mapear e comparar o desempenho do paciente com os parâmetros esperados para a sua idade e nível de escolaridade. Avaliamos as habilidades de inteligência e raciocínio, memória, atenção, funções executivas, linguagem oral e escrita, percepção visual e auditiva, motricidade, cognição social, habilidades sociais, perfil comportamental geral e habilidades acadêmicas.
avaliação neuropsicológica
avaliação neuropsicológica

Qual o motivador para realizar uma avaliação?

O melhor momento para buscar a avaliação neuropsicológica é quando alguns atrasos de desenvolvimento, dificuldades de aprendizagem ou de desempenho no dia a dia já incomodam o sujeito ou seus familiares num grau considerável. Ou ainda, quando se percebe que a dificuldade ou atraso são persistentes e não estão evoluindo com as estratégias para lidar com o problema. Em parte dos casos, a motivação e necessidade de verificar o funcionamento cognitivo virá da própria pessoa ou de seus familiares, porém em grande parte das vezes a avaliação pode ser sugerida por um médico ou pelos educadores que acompanham aquela pessoa.

Quais são os benefícios?

Como o ser humano é complexo, os problemas da mente e do cérebro exigem diversas investigações possíveis e a avaliação neuropsicológica auxilia bastante no processo de descoberta de possíveis causas de problemas cognitivos e na realização de diagnósticos clínicos. De acordo com Santos, Andrade e Bueno (2015), as principais finalidades e benefícios deste trabalho são:

A) Fornecer informações sobre o funcionamento cognitivo a fim de auxiliar no diagnóstico de patologias neurológicas, do desenvolvimento e psiquiátricas.

B) Identificar o nível quantitativo e qualitativo de forças e fraquezas cognitivas e funcionais a fim d fornecer subsídios para a reabilitação multidisciplinar e/ou neuropsicológica.

C) Avaliar o efeito de tratamentos e intervenções realizadas (farmacológicas, cognitivas, psicológicas, etc) por meio das mudanças cognitivas e de comportamento.

D) Em pesquisa, ampliar os conhecimentos sobre processos neuropsicológicos na população normal e em grupos clínicos, bem como no desenvolvimento e normatização de novos procedimentos de avaliação e reabilitação neuropsicológica.

E) Em contexto jurídico, fornecendo informações sobre o funcionamento cognitivo que servirão como subsídio para tomadas de decisão legal (interdição, elegibilidade para benefícios de saúde, elaboração de testamento, etc).

ABORDAGEM

A avaliação possui etapas e fases estruturadas. Inicialmente, neuropsicólogo e paciente conversam para combinar sobre o local dos atendimentos, datas, horários e valores. É importante ter em mente que o número de sessões pode variar conforme a quantidade de testes aplicados e o tempo de sessão (50 minutos ou 90 minutos)

CONTATO INICIAL

AVALIAÇÃO

RESULTADOS

Após feito contrato de avaliação, o neuropsicólogo conduz uma entrevista densa e detalhada sobre diversos aspectos da história de desenvolvimento e aprendizagem do paciente, procurando criar relações entre os problemas presentes atualmente e fatores que podem estar influenciando os problemas cognitivos. Também são usadas escalas diversas de sintomas de comportamento.
Depois da entrevista inicial, o neuropsicólogo irá conhecer o desempenho do paciente aplicando diversos instrumentos da psicologia clínica: baterias e testes de desempenho, roteiro estruturado de observação de comportamentos, momento lúdico, escalas complementares e entrevistas mais específicas. Neste momento, todas as funções cerebrais são avaliadas e os resultados do paciente são comparados com parâmetros numéricos e qualitativos de desenvolvimento.
Em seguida, o neuropsicólogo irá corrigir, interpretar e analisar todas as informações que colheu para elaborar um diagnóstico neuropsicológico. Neste diagnóstico o raciocínio clínico é desenvolvido para explicar como as funções cognitivas comprometidas podem estar relacionadas a algum quadro clínico e também quais são as funções preservadas ou melhores desenvolvidas. Desta forma, a avaliação pode auxiliar também o trabalho de orientação e os tratamentos dos profissionais envolvidos para a melhora da qualidade de vida do paciente.

CONTATO INICIAL

Após feito contrato de avaliação, o neuropsicólogo conduz uma entrevista densa e detalhada sobre diversos aspectos da história de desenvolvimento e aprendizagem do paciente, procurando criar relações entre os problemas presentes atualmente e fatores que podem estar influenciando os problemas cognitivos. Também são usadas escalas diversas de sintomas de comportamento.

AVALIAÇÃO

Depois da entrevista inicial, o neuropsicólogo irá conhecer o desempenho do paciente aplicando diversos instrumentos da psicologia clínica: baterias e testes de desempenho, roteiro estruturado de observação de comportamentos, momento lúdico, escalas complementares e entrevistas mais específicas. Neste momento, todas as funções cerebrais são avaliadas e os resultados do paciente são comparados com parâmetros numéricos e qualitativos de desenvolvimento.

RESULTADOS

Em seguida, o neuropsicólogo irá corrigir, interpretar e analisar todas as informações que colheu para elaborar um diagnóstico neuropsicológico. Neste diagnóstico o raciocínio clínico é desenvolvido para explicar como as funções cognitivas comprometidas podem estar relacionadas a algum quadro clínico e também quais são as funções preservadas ou melhores desenvolvidas. Desta forma, a avaliação pode auxiliar também o trabalho de orientação e os tratamentos dos profissionais envolvidos para a melhora da qualidade de vida do paciente.

Para quaisquer dúvidas gerais, por favor preencha o formulário de contato ao lado

NOSSO ENDEREÇO

Alameda Santos, 211, cj 307 - Paraíso, São Paulo
E-mail: darlene@sinapseaprender.com.br
Tel: (11) 9 9568-8753